Páginas

1 de dez de 2012

15.

É estranho como, de uns tempos para cá, meus sentimentos têm ficado muito claros pra mim.
Um conhecido, há alguns dias, fez uma leitura da palma de minha mão, o que achei ser uma experiência muito diferente, mas isso o que falei foi uma das coisas que ele constatou: esse abrir de olhos foi muito recente.
Talvez eu deva agradecer às novas companhias, com elas eu percebi novas e diferentes formas de observar o mundo, e isso me fez ter um conhecimento muito mais amplo da minha pessoa, para o bem e para o mal.
(Não estou dizendo que minhas novas companhias são melhores ou piores, nada disso. Só estou dizendo que, de certa forma, minha percepção, num geral, mudou.)
Com o tempo, fui percebendo a causa de muitos dos meus complexos, e até descobri vários outros que guardei dentro de mim. É triste, mas não acho que seja ruim.
Por agora, acredito que eu tenha me tornado um pouco mais aberta às pessoas, mesmo que muitas coisas eu ainda não consiga exteriorizar. É um pouco... estranho, confesso.

Me pergunto se minha mudança ficou evidente. Será?


No mais, amanhã irei prestigiar uma apresentação de música erudita japonesa no Fiesp. Estou um pouco ansiosa! (>3<)~ Aproveitar minha folga, que delícia! <3
E eu terminei Phoenix Wright, oba! Agora estou fazendo o caso extra do primeiro jogo, que decidi deixar por último. (u_u) Bom, muito bom!





Ouvindo: musiquinhas de Phoenix Wright enquanto jogo no meu DS~

Nenhum comentário:

Postar um comentário